Evangelho do dia 10/08/2017
SÃO LOURENÇO

A semente deve morrer para que a planta possa nascer. O sacrifício da semente leva a vida brotar. Assim foi Cristo, Lourenço e deve ser cada um que quer fazer a vida valer a pena. Por volta do ano 255 o Diácono Lourenço, pertencente ao primeiro grupo de diáconos que tinham a missão de cuidar das riquezas da Igreja e distribuir as mesmas aos pobres.

Este oficio fez com que ele ficasse visado pelo império Romano que vivia em busca de dinheiro para se mater. Foi morto por Valeriano. Este após matar o Papa São Sisto decretou que a Igreja tinha três dias para entregar todo o seu tesouro para o império. Passados os três dias ele levou diante do imperador todas aquelas pessoas atendidas pela Igreja e apresentou um grupo de mendigos dizendo: aqui está o tesouro da Igreja.

Este tesouro se pode encontrar por toda a parte. Lourenço não perdeu a sua vida mais sim a sua morte foi uma pregação para todos. Foi martirizado numa grelha com carvão incandescente. A morte dele causou uma grande comoção na cidade e isso já são os frutos da semente que morre. Onde eu estiver estará aquele que me ama e isso se cumpriu na vida de Lourenço.

Muitos milagres são atribuídos a S. Lourenço.